Confederação Brasileira de Golfe

RESPONSABILIDADE SOCIAL

banner-hole-in-one-social


O Hospital Pequeno Príncipe é o parceiro de Responsabilidade Social da Confederação Brasileira de Golfe.

Localizado em Curitiba (PR), o Hospital Pequeno Príncipe é hoje a maior unidade voltada a crianças e adolescentes do país.

Referência em tratamentos de média e alta complexidade, oferece 32 especialidades pediátricas. Conta com 370 leitos, sendo 60 em UTIs, e destina cerca de 70% da sua capacidade a pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em 2016, o Hospital realizou cerca de 315 mil atendimentos ambulatoriais, 20 mil cirurgias e 780 mil exames. O Pequeno Príncipe foi responsável por 199 transplantes, sendo 1 de coração, 3 de fígado, 20 de medula óssea, 13 de rim e 162 de tecido ósseo.



AÇÕES



Minigolfe do Hospital Pequeno Príncipe


dsc_3230Em parceria com a CBG, Federação Paranaense e Catarinense de Golfe, A. Yoshi Engenharia e Instituto Atsushi e Kimiko Yoshii, o Hospital Pequeno Príncipe inaugurou em maio o primeiro campo de Minigolfe localizado em um hospital infantil do Brasil.

O Minigolfe é composto por quatro buracos. O espaço é voltado para pacientes e acompanhantes. Ele está localizado no Jardim dos Sonhos, logo na entrada do prédio histórico do hospital, na Avenida Silva Jardim. Para viabilizar o acesso dos pacientes ao esporte, o projeto capacitou voluntários que atuam na instituição.

“Promover a participação de nossas crianças, adolescentes e seus familiares no Minigolfe reforça os valores, como o respeito às diferenças, preconizados por este esporte olímpico aos ideais que defendemos”, comenta o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro.

As atividades do Minigolfe serão realizadas sempre com a supervisão de voluntários. Além disso, as crianças e adolescentes que quiserem dar continuidade ao esporte podem vir a fazer parte do projeto Golfe para a Vida – Programa de Formação de Talento e Cidadania, projeto de responsabilidade social e identificação de golfistas em potencial da CBG.  “Será uma oportunidade incrível para pacientes conhecerem a modalidade e um incentivo à vida saudável através de um esporte inclusivo”, destaca o presidente da Confederação, Euclides Gusi, presente à inauguração.



Hospital Pequeno Príncipe no Faldo Series


img_8200O Hospital Pequeno Príncipe foi um dos principais parceiros da CBG na realização do Faldo Series South America Championship, final sul-americana do circuito do campeão britânico Sir Nick Faldo, realizado em junho no Alphaville Graciosa Clube, em Pinhais (PR).

Os campeões do torneio receberam um prêmio inédito no golfe brasileiro: medalhas do programa Gols pela Vida, do Hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba (PR).

O programa de responsabilidade social criado pelo Complexo Pequeno Príncipe produziu 1.283 medalhas exclusivas em ouro, prata e bronze, uma para cada gol que o Rei Pelé fez na carreira. Cada campeão da Faldo Series – incluindo os da Mini Faldo Series (categorias até 13 anos), que não concorrem às vagas para a Final Mundial – recebeu uma medalha única e exclusiva.

Matthew Faldo, filho de Sir Nick Faldo, visitou o hospital e recebeu das mãos da paciente Isadora Bairros, de 17 anos, uma medalha de ouro, que representa o gol número 220, do jogo entre o Santos e Fortaleza. O gol foi marcado no dia 18 de julho de 1959 – dia do aniversário do campeão britânico, no ano em que ele completou dois anos de vida.

“Fiquei impressionado com o trabalho desenvolvido aqui. Foi uma visita muito emocionante”, disse ele, que estava acompanhado de Keith Wood, treinador de Faldo.

Hospital Pequeno Príncipe no Aberto do Brasil

O Hospital Pequeno Príncipe estará presente na 64ª edição do Aberto do Brasil apresentando o seu trabalho. O hospital irá expor peças e souvenirs, como medalhas do programa Gols pela Vida e uma gravura assinada por Pelé e por Miriam Nagl, uma das brasileiras que representaram o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Confederação afiliada

Apoio

Mapa do Site