Confederação Brasileira de Golfe

Aberto do Brasil traz golfistas de 14 países a SP

03 de outubro de 2011

O 58º Campeonato Aberto de Golfe do Brasil, principal torneio profissional brasileiro e um dos mais importantes e tradicionais da América do Sul, começa esta quinta-feira no São Fernando Golf Club, em Cotia (SP), com a presença de atletas de 14 países. Até o domingo dia 9 os melhores golfistas do continente disputarão R$ 250 mil em prêmios, uma das maiores bolsas do golfe sul-americano. O evento é organizado pela Confederação Brasileira de Golfe (CBG) em parceria com a Brasil1.

Pela primeira vez desde 1945, quando foi criado, o Aberto do Brasil valerá pontos para o ranking mundial de golfe, classificação que determinará os golfistas que participarão das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, quando o golfe volta a ser esporte olímpico após 112 anos de ausência. O torneio também faz parte do Tour de Las Americas (TLA), o circuito de golfe latino-americano.

Um dos grandes destaques do torneio é o paulista Lucas Lee, de 24 anos, que ao lado do gaúcho Adilson da Silva venceu a seletiva para a Copa do Mundo de Golfe, torneio que será disputado em novembro na China e que distribuirá R$ 7,5 milhões em prêmios.

Também estarão na competição sete dos dez melhores jogadores do ranking do TLA, como o terceiro do ranking, o colombiano Diego Vanegas, campeão da seletiva 2011 do TLA. Outros nomes fortes são os argentinos Julián Etulain (4º do ranking) e Cesar Agustin Costilla (5º) e os colombianos Jose Manuel Garrido (7º) e Alvaro Jose Arizabaleta (8º). O chileno Benjamin Alvarado, líder da classificação 2011 do TLA, cancelou sua participação na última segunda.

Oito jogadores que já foram campeões do torneio tentarão novamente chegar ao título, como o paraguaio Marco Ruiz (2010), o gaúcho Rafael Barcellos (2008), o carioca Philippe Gasnier (2004), o paraguaio Carlos Franco (2001 e 2003), o colombiano Jesus Amaya (2000), o paraguaio Pedro Martinez (1990), o venezuelano Carlos Larrain (1988) e o paulista Ruberlei Felizardo (1996).

Os irmãos Carlos e Ramon Franco são alguns dos destaques do torneio. De família pobre, Carlos Franco, bicampeão do Aberto do Brasil, já disputou o PGA Tour, principal circuito de golfe do mundo, onde venceu quatro torneios e conquistou mais de US$ 9 milhões em prêmios. Seu irmão Ramon Franco, que trabalhou como seu caddie (auxiliar e carregador de tacos) nos EUA, terminou em segundo lugar no ranking do CBG Pro Tour, o primeiro circuito de golfe profissional organizado pela CBG e que valeu vagas para o Aberto do Brasil.

Há muitos nomes fortes entre os brasileiros. O paranaense João Paulo Albuquerque, de 24 anos, terminou em primeiro no ranking do CBG Pro Tour e lutará por seu primeiro título do Aberto do Brasil. Ronaldo Francisco, que liderou o ranking nacional na maior parte dos últimos dois anos, tentará voltar à liderança e obter seu primeiro título no torneio, assim como nomes fortes como o gaúcho Tiago Silva e o paulista Guilherme Oda, que estreou este ano como profissional após liderar o ranking amador.

O torneio será disputado em 72 buracos, sendo 18 por dia, a partir da quinta-feira dia 6. Haverá corte após as duas primeiras rodadas e apenas os 40 melhores jogadores classificados e empatados nessa posição chegarão à final, disputada sábado e domingo.

Patrocínio – O 58º Aberto do Brasil tem o patrocínio da Credit Suisse Hedging-Griffo. O relógio oficial é Rolex e o café oficial é Nespresso. O evento conta com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e apoio da Federação Paulista de Golfe, R&A, São Fernando Golf Club, Sportv e TAM Viagens. O evento é organizado pela Confederação Brasileira de Golfe e pela Brasil1 e é sancionado pelo Tour de Las Americas.
 

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil Internacional Golf Federation R&A Federacion Sudamericana de Golf Comitê Brasileiro de Clubes

Parceiros

Patrocinadores

Premiações

Mapa do Site