Confederação Brasileira de Golfe

Bolsa Atleta, programa do Ministério do Esporte, contempla 35 golfistas brasileiros com base nos resultados de 2013

04 de julho de 2014

O Ministério do Esporte divulgou no Diário Oficial da União a lista de atletas que serão contemplados pelo programa Bolsa Atleta com base nos resultados de 2013.

O golfe teve o maior numero de contemplados na história. 35 atletas foram contemplados e receberão recursos para custear gastos com a prática do esporte. A evolução dos golfistas contemplados é muito significativa: no primeiro ano, 2010, foram contemplados 3 atletas e no ano seguinte foram 13. Em 2012 e 2013, os números de golfistas que fizeram parte do programa foram 24 e 29 respectivamente.

Os recursos financeiros distribuídos nestes 4 anos, pelo programa Bolsa Atleta para os golfistas brasileiros atingiram o valor significativo de R$825.840,00.
Os atletas contemplados são de todas as categorias: profissionais, amadores e juniores, tanto masculino, quanto feminino.

A Confederação Brasileira de Golfe trabalhou arduamente nos últimos anos para incluir a modalidade golfe no programa, já que o golfe retornará às Olimpíadas em 2016 no Rio de Janeiro.

“O número dos atletas beneficiados pelo Bolsa Atleta cresce a cada ano. É um grande orgulho ver o nosso trabalho de incentivo ao golfe dando tantos resultados excelentes”, enfatiza Paulo Pacheco, presidente da Confederação Brasileira de Golfe.

André Tourinho e Luciane Lee, que ocupam as primeiras posições do Ranking Mundial Amador, entre os brasileiros, farão parte do programa.

É o primeiro ano que André Tourinho recebe o Bolsa Atleta. “O programa Bolsa Atleta é um excelente apoio para o atleta de alto rendimento poder investir em si mesmo. No meu caso, usarei esse dinheiro para ter mais aulas com o meu instrutor e também ajudar nas despesas do dia a dia com o treinamento”, diz Tourinho.

“A CBG está sendo essencial para meu desenvolvimento como atleta. É importantíssimo competir entre os melhores. A Confederação Brasileira está me dando a oportunidade de competir com os melhores amadores do mundo, nos melhores torneios que existem na América do Sul, América do Norte, Europa e Ásia”, enfatiza André.

O programa do Ministério do Esporte investe prioritariamente nos esportes olímpicos e paraolímpicos, para formar, manter e renovar periodicamente gerações de atletas com potencial para representar o país nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos.

No total, foram contemplados 6.667 atletas, o maior número da história do programa, distribuídos nas diferentes categorias: Base (290), Estudantil (313), Nacional (4.465), Internacional (1.351) e Olímpico/Paraolímpico (248).

Clique aqui para ver a lista completa 

O Bolsa-Atleta foi criado pela Lei nº 10.891, de 9 de julho de 2004, e regulamentado pelo Decreto nº 5.342. Até o ano passado, foram R$ 439,9 milhões investidos como forma de patrocínio aos esportistas brasileiros.

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil Internacional Golf Federation R&A Federacion Sudamericana de Golf Comitê Brasileiro de Clubes

Parceiros

Patrocinadores

Premiações

Mapa do Site