Confederação Brasileira de Golfe

Brasil têm dia difícil e Argentina assume a ponta no Sul-Americano Juvenil de Golfe

23 de março de 2019

Após um dia difícil para o Brasil, a Argentina assumiu nesta sexta (22), a liderança do Sul-Americano Juvenil de Golfe, disputado em Buenos Aires. O torneio se encerra neste sábado (23), quando serão conhecidos os campeões nas categorias individual masculino e feminino, duplas masculinas e femininas, além de duplas mistas. O destaque brasileiro na terceira volta foi Guilherme Grinberg, que fechou o dia com -2 tacadas e subiu nada menos do que dez posições na classificação individual. Vale lembrar que o torneio vale duas vagas para o Junior World Golf Cup, o Mundial Juvenil, no Japão.

Melhorando a cada dia no Sul-Americano Juvenil, Guilherme anotou 70 tacadas, somando agora 232 (84, 78, 70), +16, no 11º lugar. Andrey Borges Xavier, que até então tinha liderado durante as duas primeiras voltas, não teve um dia bom, e fechou com 74, +2, e agora soma 213 (70, 69, 74), -3, na segunda colocação. A liderança agora está com o colombiano Juan Camilo Vesga, com 211 tacadas (70, 71, 70), -5. O terceiro atleta que representa o Brasil no torneio, Thomas Choi, aparece na 18ª colocação, com 238 tacadas (78, 80, 80), +22.

Confira a classificação masculina individual em: http://fesgolf.org/leaderboard/?id=fesgolf&tid=T20190308-571&ctg=111

Com os resultados da terceira volta, o Brasil acabou perdendo a liderança da competição masculina por equipes, totalizando agora +7, contra +5 dos argentinos. A última volta, neste sábado, portanto, será decisiva para a disputa do troféu.

Já entre as meninas, Nina Rissi continua sendo a melhor brasileira. Após três rodadas, ela aparece na 11ª colocação, com 225 tacadas (77, 74, 74), +9, com Beatriz Junqueira vindo logo atrás, no 13º lugar, com 230 (80, 74, 76), +14. O Brasil conta ainda com Meilin Hoshino, que 24ª colocada, com 243 (79, 80, 84), +27. A liderança é da colombiana Maria Jose Bohorquez, com 209 (71 ,71, 67), -7, a única do torneio feminino a figurar abaixo do par.

Confira a classificação feminina individual em:  http://fesgolf.org/leaderboard/?id=fesgolf&tid=T20190308-571&ctg=110

Assim, o Brasil totaliza +22 tacadas na competição feminina por equipes, no sexto lugar. A liderança está com a Colômbia, com -2.

Confira a classificação feminina por equipes em: http://fesgolf.org/teams/?id=fesgolf&tid=T20190308-571&ctg=113

Por fim, na competição de duplas mistas o Brasil aparece empatado com a Argentina no segundo lugar, com Andrey e Nina totalizando +6, contra -12 da líder Colômbia.

Confira a classificação de duplas mistas: http://fesgolf.org/teams/?id=fesgolf&tid=T20190308-571&ctg=115

Além dos seis atletas e do coach, Erik Andersson, o time brasileiro no Sul-Americano Juvenil é representado por Euclides Gusi, presidente da CBGolfe. A equipe nacional viajou para a Argentina com apoio da CBGolfe e do COB, por meio da Lei Agnelo Piva.

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil Internacional Golf Federation R&A Federacion Sudamericana de Golf Comitê Brasileiro de Clubes

Parceiros

Patrocinadores

Premiações

Mapa do Site