Confederação Brasileira de Golfe

COB e CBGolfe fazem reunião sobre o desenvolvimento do golfe feminino

13 de agosto de 2021

A Vice-presidente da Confederação Brasileira de Golfe (CBGolfe), Rossana Marini e Stephanie Egger, Presidente da Comissão de Atletas da CBGolfe, participaram de uma reunião virtual nesta sexta-feira, dia 13 de agosto, com Isabel Swan, Coordenadora do Programa Mulher no Esporte do Comitê Olímpico do Brasil  (COB), e Jessé Medeiros, da área de Projetos Esportivos de Desenvolvimento do COB.

O principal objetivo foi conhecer os projetos do COB para as mulheres, mostrar o panorama da mulher do golfe no Brasil e buscar iniciativas no fomento do esporte feminino, desenvolvimento de atletas e treinadoras. O Comitê Olímpico do Brasil selecionou Isabel Swan, medalhista olímpica na vela em Pequim-2008, para ocupar a Coordenadoria de Esportes Femininos, área que foi criada em junho deste ano.

 Na época, Isabel Swan disse: “É um privilégio trabalhar no COB e ter a chance de contribuir com o esporte feminino, dando suporte para que as mulheres possam desenvolver seus trabalhos. Nossa visão é de médio a longo prazo, identificando o cenário atual e estudando as ações que podem ser efetivamente executadas”.

“Isabel Swam promoveu este primeiro encontro com a CBGolfe, primeiramente para apresentar-se e também poder entender melhor a nossa realidade e como estamos conduzindo nossos esforços na inclusão da participação feminina em nosso esporte. Relatamos que, como em todos os esportes, a participação feminina é um desafio que devemos enfrentar com seriedade, trabalho contínuo e perseverante”, disse Rossana Marini.

Foi apresentado na reunião, que a CBGolfe como iniciativa para que se possa tomar decisões planejadas, realizou uma pesquisa com as jogadoras, visando mapear o golfe feminino no Brasil, e além mostrar que no projetos sociais de inclusão de novos atletas, os Polos de Desenvolvimento, estimula-se a participação de meninas, completou Rossana Marini.
Stephanie Egger comentou da necessidade de incentivarmos às jovens abraçar a carreira de instrutoras de golfe, árbitras e demais funções ligadas ao esporte e não somente tornarem-se jogadoras. O que foi muito bem recebido pelo COB.
“Ela ficou bastante satisfeita com nossos relatos e também com a representação feminina na CBGolfe, seja na administração superior com uma vice-presidente, uma diretora feminina responsável pelo golfe adaptado e uma presidente na comissão de atletas. Isabel Swan informou que em breve o COB, através da Comissão da Mulher no Esporte, fará um webinar com as representantes de cada esporte olímpico para uma  melhor interação, troca de ideias e experiências”, finalizou Stephanie Egger.

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil Internacional Golf Federation R&A Federacion Sudamericana de Golf Comitê Brasileiro de Clubes

Parceiros

Patrocinadores

Premiações

Mapa do Site