Confederação Brasileira de Golfe

Mariajo Uribe vence HSBC LPGA Brasil Cup 2011

30 de maio de 2011

CRÉDITO DAS FOTOS: ZECA RESENDES

A golfista colombiana Mariajo Uribe, vice-campeã do torneio no ano passado, deu o troco neste domingo e conquistou o HSBC LPGA Brasil Cup 2011 por uma tacada de diferença em relação à segunda colocada, a australiana Lindsey Wright. Mariajo somou 135 tacadas (69/66), nove tacadas abaixo do par do campo, contra 136 de Lindsey (68/68).

CONFIRA AQUI OS RESULTADOS COMPLETOS

A final teve forte dose de emoção. Enquanto Mariajo errava uma tacada de menos de dois metros do buraco que a faria chegar a -10 e praticamente definir o título, Lindsey baixou uma tacada no buraco 17 para ir a -8 e encostar na colombiana. Se desse apenas duas tacadas no buraco 18, levaria o torneio para o playoff. Depois de deixar a primeira tacada a cerca de um metro e meio da bandeira, errou seu segundo tiro e acabou com -8, dando o título para Mariajo. No ano passado, a colombiana perdeu para Meagan Francella após uma morte súbita de seis buracos.

“Hoje estou me sentindo brasileira”, disse Mariajo, que fez questão de falar em português na hora de receber o troféu. No ano passado, Mariajo já havia conquistado a torcida local. “Estou muito feliz com o meu título e vou trabalhar muito para que cada vez mais jogadoras venham competir no Brasil”, completou a jogadora de 21 anos, que ocupa a 160a posição no ranking mundial e está na sua segunda temporada como profissional do LPGA Tour. Logo depois de receber o troféu esbanjou simpatia, posando com os voluntários e dando autógrafos para o público.

A terceira colocada foi a sueca Maria Hjorth, que somou 137 (70/67). A americana Heather Bowie Young, líder na primeira rodada do torneio, totalizou 138 (66/72) para terminar empatada em quarto lugar com a australiana Sarah Jane Smith.

Bemvenuti, a melhor do Brasil – A brasileira mais bem colocada foi a gaúcha Luciana Bemvenuti, que terminou na 26a colocação com 153 tacadas (74/79). “Joguei menos nervosa, mas não consegui um resultado melhor. Gostei muito de disputar um torneio no meu País”, disse ela, que mora em Atlanta há 21 anos, onde é professora de golfe. Priscila Iida somou 154 (78/76) e ficou em 28º, uma posição à frente da paulista Victoria Lovelady, com 155 (79/76).

As duas principais favoritas, a norueguesa Suzann Pettersen, e a americana Cristie Kerr, segunda e quarta do ranking mundial, respectivamente, não foram bem. Suzann terminou em 10º, com 141 (68/73), uma tacada à frente da sua rival Cristie, 11a colocada com 142 (72/70).

O HSBC LPGA Brasil Cup 2011 distribuiu no total US$ 720 mil (cerca de R$ 1.150.000,00) em prêmios, a maior bolsa do golfe sul-americano dos últimos tempos. A campeã do torneio ganhou US$ 108 mil (cerca de R$ 173 mil).

O HSBC LPGA Brasil Cup 2011 teve o patrocínio do HSBC, do Governo do Estado do Rio de Janeiro através da Secretaria de Esportes e Lazer, da BMW, da Nextel, da Autodesk e da SporTV. O apoio foi da Prefeitura do Rio de Janeiro, da Confederação Brasileira de Golfe, da Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro, do Fashion Mall, da Granado e da Rolex. O café oficial foi a Nespresso. O evento contou com recursos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte. A realização é da Brasil1 Esporte.

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil Internacional Golf Federation R&A Federacion Sudamericana de Golf Comitê Brasileiro de Clubes

Parceiros

Patrocinadores

Premiações

Mapa do Site