Youtube Facebook Twitter Flickr Instagram Contato

Confederação Brasileira de Golfe

Adilson da Silva faz história e conquista primeiro título brasileiro na Ásia

01 de outubro de 2018

Adilson da Silva entrou para a história do golfe brasileiro no último final de semana ao conquistar, pela primeira vez, o título do Taiwan Masters, um dos torneios mais importantes da Ásia e do mundo. Ele, que havia sido vice-campeão desse torneio em 2017 e terceiro colocado em 2015, agora conquistou o maior prêmio de sua carreira – US$ 170 mil e ainda disparou na classificação olímpica para os Jogos de Tóquio 2020.

Na atualização do ranking olímpico da Federação Internacional de Golfe (IGF), ele já apareceu em 57º lugar, à frente do mexicano José de Jesús Rodríguez (58), do filipino Miguel Tabuena (59) e do português Pedro Figueiredo (60). Confira o ranking olímpico atualizado.

Vale ressaltar ainda que Adilson ficou de maio a agosto sem competir por causa do nascimento de suas filhas gêmeas. “Minha esposa Althea e eu acabamos de receber nossas meninas gêmeas há três meses, Sienna e Amelia. Já tínhamos o Marcelo. nosso primeiro filho, e acho que as crianças me empurraram para fazer cada vez melhor”, avalia. “Dizem que os recém-nascidos lhe dão sorte e eu acho que é verdade”.

A corrida olímpica começou em 1º de julho de 2018 e prossegue até 22 de junho de 2020, com base nos pontos do ranking mundial. Classificam-se apenas 60 jogadores, com limite de dois por país (quatro, se estiver entre os Top 15 do mundo). Adilson já pontuou oito vezes para o ranking mundial em 2018, incluindo três desde o começo da corrida para Tóquio 2020, com um vice-campeonato no Sun Wild Coast Sun Challenge, no final de agosto, na África do sul, e um nono lugar no Asia-Pacific Diamond Cup Golf, na semana passada, no Japão, em torneio válido para o Tour Japonês e Asiático.

“Tenho trabalhado duro e essa vitória veio na hora certa, num momento em que comecei a acertar as coisas e a ter confiança”, conta Adilson, que representou o Brasil na volta do golfe aos Jogos Olímpicos, no Rio 2016. “É muito especial finalmente vencer na Ásia e em um torneio que significa muito para mim”, comemora.

No Taiwan Masters o brasileiro entrou líder na volta final e venceu com 281 tacadas (71-70-70-70), sete abaixo do par e uma à frente de dois adversários. “Eu disse a mim mesmo para não me preocupar com as pontuações dos outros jogadores e apenas me focar em jogar tacada por tacada e acho que isso me ajudou muito”.

Esse foi o quinto título de Adilson em torneios do ranking mundial de golfe, onde já havia vencido quatro vezes no circuito sul-africano, o Sunshine Tour, entre 1998 e 2013. O brasileiro tem outros oito vice-campeonatos, incluindo mais dois na Ásia, um no Taiwan Masters de 2014 e outro no Singapore Classic de 2011. Adilson está agora perto de sua melhor marca no ranking mundial, onde já foi o 214º colocado, em 2013, quando venceu dois torneios: o Zambia Open e o Sun City Challenge.

Veja o resultado completo do Taiwan Masters no link: https://www.asiantour.com/results/Mercuries-Taiwan-Masters-t1093/4

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil

Mapa do Site