Youtube Facebook Twitter Flickr Instagram Contato

Confederação Brasileira de Golfe

Assembleia aprova alteração e enquadra estatuto na Portaria 115 do Ministério do Esporte

28 de novembro de 2018

Em Assembleia Geral Extraordinária na última terça-feira, dia 27, foi aprovada importante alteração do estatuto da Confederação Brasileira de Golfe. O novo texto assegura o alinhamento da CBGolfe com as determinações da portaria 115 do Ministério do Esporte e prevê a ampliação da participação de atletas, árbitros e clubes no colégio eleitoral da entidade. A mudança foi aprovada de forma unânime, em votação realizada na sede da Confederação, em São Paulo.

“Estas alterações foram exaustivamente debatidas e aprovadas de forma unânime, demonstrando o comprometimento de Federações, atletas e dirigentes da CBGolfe com o nosso esporte. São modificações fundamentais e necessárias para podermos renovar nossa certificação junto ao Ministério do Esporte, que vence no próximo dia 27 de dezembro”, destacou Euclides Gusi, presidente da Confederação Brasileira de Golfe.

O novo texto garante a adequação da CBGolfe às normas previstas pela Portaria 115 do Ministério do Esporte, que regulamenta os procedimentos de verificação dos parâmetros de governança. O cumprimento dessa exigência é imprescindível para as entidades receberem recursos oriundos de Lei de Incentivo, do Orçamento Geral da União e recursos públicos repassados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e pelo Comitê Brasileiros de Clubes (CBC).

“Aproveitamos também para elevar nosso nível de controle e gestão, saindo do nível 1 para o nível 2 do programa G.E.T. (Gestão, Ética e Transparência) do COB (Comitê Olímpico do Brasil). Em vários artigos atingimos o nível 3, o que nos possibilita maiores controles e melhor governança”, acrescentou o presidente Euclides Gusi.

Além disso, o novo estatuto prevê uma maior participação de atletas, árbitros e clubes na Assembleia Geral, que é o poder máximo da Confederação. Já na próxima eleição presidencial, prevista para o último trimestre de 2020, terão direito a voto:

  • Representantes das federações estaduais;
  • 1 representante dos atletas da categoria Amador masculina
  • 1 representante dos atletas da categoria Amador feminina;
  • 1 representante dos atletas da categoria Profissional;
  • 1 representante da Comissão de Árbitros;
  • Clubes de golfe de estados em que não há federação regional.

No último pleito presidencial, somente algumas federações e um representante de Atletas tiveram direito a voto.

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil

Mapa do Site