Youtube Facebook Twitter Flickr Instagram Contato

Confederação Brasileira de Golfe

Depois de brilhar no Aberto de Golfe do Brasil, Rodrigo Lee enfrenta a altitude de Quito em torneio no Equador

03 de outubro de 2019

Melhor brasileiro do Aberto de Golfe do Brasil, realizado no último domingo (29) em Porto Feliz, no interior de São Paulo, Rodrigo Lee é o único representante do país no “Banco del Pacífico Open 2019”, que começa nesta quinta-feira, no Equador.

Sétimo colocado na principal competição brasileira, seu terceiro Top-10 da temporada, Lee enfrentará golfistas de mais 18 países em Quito. O torneio é o décimo primeiro da temporada de 2019 e um dos únicos seis restantes na corrida para subir ao Korn Ferry Tour, caminho para o PGA TOUR.

Um dos elementos que tornam única a experiência de jogar Quito nesta semana é a altitude. A 2.850 metros acima do nível do mar, esta é a cidade mais alta do calendário e traz mais uma dificuldade aos competidores: a baixa resistência ao ar faz com que a bola voe 10 a 12% a mais que o normal, um fator de ajuste adicional às condições em constante mudança no jogo.

Confederação afiliada

Comitê Olímpico do Brasil

Mapa do Site